domingo, 9 de janeiro de 2011

ROSTO SOBREPOSTO











Encarar o tempo           De frente

A tempo enfrentar         O espelho
                                   A memória

Afrontar                        Espectros
                                   Despertos
                         (Deslevo segredo
                                                      Palavra medo)

Ressurgir                      Reflexo
Em verso                      Refazer a face

Ser frase

Predicado projectado
E dizer
                         Ainda Sou



Cerrar                            O punho
Apunhalar                      A dor
Acordar do dia
                                     A utopia
                                     A hora

Sem demora
Ser cera ardente
Como cinza em chama
Como palavra pavio,
                         Escrita a frio

                                                            (Que sonho é este que me arrasta pela lama?)


Apesar dos pesares
Reencontrar-me              Entre-espaços

Como rosto sobreposto

Renascer Ser
Reerguer-me                   Mundo
E dizer
                          Estou                                                  
Aqui

                                                                                                                    .

5 comentários:

  1. Ainda sou
    Uma estrela
    Um momento, um ponto no infinito

    Ainda sou
    Aquele que do alto
    Contempla o arauto
    E todos os versos proferidos

    Ainda sou
    A coluna, a espinha dorsal
    Da minha vida
    A hora que retarda
    O entardecer

    Sim ainda sou!

    Magnifico!
    Beijinhos
    I

    ResponderEliminar
  2. Simpesmente magnífico!
    parabéns!!!!

    ResponderEliminar
  3. Gostei...muito!
    Não só deste em particular mas de todos no geral.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  4. Vim espreitar...Gostei imenso: apresentação, poemas..Parabéns! :)
    (Infelizmente o tempo não dá para tudo :( )

    ResponderEliminar
  5. Que sonho é esse que te arrasta pela lama, mas que te faz soltar poesia em c.a.d.a sílaba nota de musica cântico bestial de noites de lua cheia?
    Que sonho é ESTE (NORTE, SUL...) o de te SABER SEM VER, O DE (TE) ADIVINHAR SEM LER?

    Que sonho de poema é este que te encosta à sombra do teu olhar em flor?

    http://www.youtube.com/watch?v=1xpkRj99FH0
    Sanvean (I am your shadow) - Lisa Gerrard

    ResponderEliminar